carteira de trabalho e contrato em mãos representando como fazer o cálculo da folha de pagamento
Publicado em 31 de agosto de 2021

Como fazer o cálculo da folha de pagamento em 2021?

Compartilhe

O cálculo da folha de pagamento é obrigatório para todas as empresas, de acordo com a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Esta tarefa precisa ser executada com muito rigor, já que o processamento incorreto do salário dos colaboradores pode gerar vários problemas à organização. Para evitar riscos trabalhistas e outros transtornos, é preciso calcular todos os encargos de forma precisa e sem erros. Quer saber como fazer isso? Leia este artigo até o final!

O que é folha de pagamento?

A folha de pagamento, também chamada de contracheque ou holerite, é um registro que reúne as informações trabalhistas dos colaboradores. Este documento de controle interno discrimina o salário líquido e bruto dos funcionários mensalmente, além de apresentar os descontos e acréscimos aos quais ele têm direito. Para isso, é preciso contabilizar as horas trabalhadas no mês e fazer o fechamento até o quinto dia útil do mês seguinte.

O que preciso saber para fazer o cálculo da folha de pagamento?

Antes de fazer o cálculo da folha de pagamento, é necessário coletar os dados que irão compor a operação. Ao fechar o contracheque, você precisa reunir informações, como salário, jornada de trabalho, acréscimos, descontos e benefícios do funcionário. Na sequência, iremos destacar algumas definições importantes. Confira!

Hora extra

Adicional calculado com base na Convenção Coletiva de Trabalho da categoria de cada trabalhador. Então, pode variar dentro de uma mesma empresa. Entenda os detalhes:

  • horas extras aos domingos e feriados: remuneradas em 100%, ou seja, o funcionário ganha em dobro;
  • horas extras aos sábados: pagas com 50% a mais.

Adicional noturno

Esta verba adicional é calculada com acréscimo de 20% sobre o salário do empregado. A CLT considera como noturno o trabalho das 22h de um dia às 05h do dia seguinte. Este período é de 7 horas, mas no adicional noturno as horas são computadas a cada 52 minutos e 30 segundos. Logo, o período noturno abrange 8 horas na CLT.

Adicional de insalubridade

Quando o trabalhador é exposto a determinados agentes físicos, químicos e biológicos, pode ser necessário remunerá-lo com adicional de insalubridade. Essa avaliação deve ser feita por um perito, que determina o grau de insalubridade do local de trabalho.
Os adicionais correspondem respectivamente a 40%, 20% e 10% sobre o salário-base, de acordo com os níveis de insalubridade.

FGTS

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) não é descontado do trabalhador por ser uma obrigação da empresa. Porém, o valor recolhido mensalmente deve constar no holerite para conhecimento do funcionário.

Além dessas, outras informações devem constar na folha de pagamento:

  • jornada de trabalho (dias e horas trabalhados no mês);
  • valores de remuneração (salário bruto e salário líquido);
  • verbas adicionais (adicional de periculosidade, 13º salário, vales, etc);
  • descontos (INSS, IRRF, contribuição sindical, etc);
  • gratificação salarial (se houver).

Afinal, como fazer o cálculo da folha de pagamento?

Com todos os dados e documentos em mãos, chegou a hora de fazer o cálculo da folha de pagamento. Você mesmo pode criar uma tabela no Excel para fazer a conta.
Primeiro, crie uma aba superior destinada às informações de cada funcionário. Inclua os seguintes campos:

  • salário: insira o valor da remuneração que consta na Carteira de Trabalho;
  • número de horas mensais: confira no registro de ponto;
  • número de horas extras mensais: confira no registro de ponto;
  • valor adicional da hora extra: confira no registro de ponto;
  • número de horas noturnas: confira no registro de ponto;
  • adicional de periculosidade: selecione (1) para SIM ou (2) para NÃO;
  • adicional de insalubridade: selecione (1) para NÍVEL MÍNIMO, (2) para NÍVEL MÉDIO e (3) para NÍVEL MÁXIMO;
  • vale-transporte: preencha os campos número de dias, número de passagens por dia e valor da passagem;
  • pensão alimentícia: preencha se houver.

Feito isso, a planilha irá calcular automaticamente os custos e demais dados.

Ainda tem dúvidas? Deixa que a Holder Auditoria resolve!

Você já sabe que a emissão do contracheque é uma obrigatoriedade fiscal. Portanto, é importante ter este processo em dia para estar regularizado com a lei e ter a confiança dos seus funcionários. Ainda tem dúvidas se o cálculo da folha de pagamento dos seus colaboradores está correto? Fale com a Holder Auditoria, a sua empresa de consultoria contábil no RJ e em SP!

Nossos auditores realizam um minucioso processo de revisão contábil para verificar se os controles internos estão sendo atendidos e se está tudo dentro da Lei. Além disso, investigam os riscos trabalhistas relacionados ao fechamento do holerite, antecipando possíveis erros e evitando futuros problemas trabalhistas para os investidores.

A empresa de auditoria e consultoria que você estava procurando está pronta para te auxiliar! Entre em contato conosco e conte com nossos serviços especializados!

Este artigo lhe foi útil? Continue lendo sobre o assunto no Blog da Holder Auditoria!

Links úteis: consultoria contábil RJ; empresa de auditoria e consultoria; empresa de auditoria RJ; auditoria e consultoria; consultoria contábil SP; empresa de auditoria em SP;